Notícias

PC deve divulgar em 15 dias laudo sobre morte de oficial de justiça

Deverá ser divulgado nos próximos 15 dias o laudo da perícia técnica que pode indicar as causas da morte do oficial de Justiça, Eduardo Barbosa das Chagas.

O corpo dele foi localizado na manhã desta terça-feira (28), numa mata localizada no Altiplano Cabo Branco, durante buscas realizadas pela Polícia Civil e Corpo de Bombeiros que usaram cães farejadores no trabalho.

O cadáver estava em local de difícil acesso, nas imediações de uma rua que liga os bairros do Altiplano e Cabo Branco.

Eduardo estava desaparecido desde o último dia 22, quando foi visto, saindo de uma residência, no bairro de Cabo Branco, em João Pessoa.

Desde que foi informada do caso, a equipe da Delegacia de Crimes Contra Pessoa de João Pessoa (DCCPES/JP) estava realizando diligências para localizar o oficial.

"Desde a última sexta-feira, agentes da DCCPES vinham realizando diligências, coletando imagens de câmeras de segurança, entrevistando familiares e realizando busca domiciliar, para descobrir o paradeiro do até então desaparecido", afirmou o delegado Carlos Othon, da DCCPes.

"Após montar um verdadeiro quebra-cabeça, identificando o suicídio como principal linha de investigação, nossa equipe, delimitou a mata da barreira do Altiplano/Cabo Branco como um possível local de buscas", acrescentou o delegado.

O corpo foi localizado pelo próprio delegado, durante buscas realizadas por equipes da DCCPES. O corpo estava com sinais de suposto enforcamento. No entanto, a Polícia Civil vai aguardar a conclusão da perícia que indicará a real causa da morte.

"Importante ressaltar a presteza e brilhante trabalho realizado pelos bombeiros, utilizando várias técnicas para o resgate do corpo, como rapel, cão farejador e cilindros de oxigênio", declarou o delegado.

Após o resgate, o corpo foi levado para o Instituto de Polícia Científica para ser periciado.

 

Assessoria de Imprensa. Polícia Civil da Paraíba