Delegado Geral de Polícia Civil da Paraíba participa de Sessão Especial em comemoração ao dia do Advogado Criminalista

 
O Delegado Geral da Polícia Civil da Paraíba,  João Alves de Albuquerque participou na manhã desta esta sexta-feira (2), na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), de uma sessão especial em comemoração ao Dia do Advogado Criminalista no Estado. Durante o evento o delegado João Alves destacou o papel do advogado criminalista que não julga seus clientes, apenas defende, sejam culpados sejam inocentes. Julgar é papel do juiz.
Segundo João Alves, a pessoa que escolhe essa área para atuar deve entender que está ali defendendo os direitos de seu cliente, e não o do crime pelo qual cometeu ou está sendo acusado. Infelizmente grande parte da sociedade não enxerga assim. O advogado criminal é imprescindível para o cumprimento da justiça. Quando ele consegue a liberdade de alguém, ou que uma determinada pena seja reduzida, não se deve entender que ele está agindo “contra os interesses da sociedade, pois a concessão do benefício foi dada única e exclusivamente pela própria lei”, explicou.
De acordo com João Alves, advogados criminalistas não são criminosos, não compactuam de forma alguma com o crime, mas cumprem o seu papel de fiel observância da aplicação da lei. É claro que, como em todas as profissões, sempre existe a exceção. De forma que é mais do que justo essa homenagem.  “Não tenho dúvida que se trata de um grande evento de celebração da advocacia criminal, uma categoria que deve ser reconhecida pelos serviços prestados à sociedade paraibana”, enalteceu João Alves.
O evento foi realizado pela Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB) e a Associação Brasileira de Advogados Criminalistas na Paraíba (ABRACRIM-PB) pelos seus respectivos presidentes, Paulo Maia e Sheyner Asfóra, convidaram todos os advogados paraibanos, notadamente aqueles que militam na área criminal, para comparecerem à Assembleia Legislativa da Paraíba para comemorarem a data, instituída no Estado por Lei de autoria do deputado Adriano Galdino.
O evento aconteceu no plenário da Assembleia Legislativa contou com várias autoridades, ocasião, em que foi realizado o I Colóquio “Justiça Criminal em Debate” com as seguintes participações: Peritos Criminais Israel Aureliano e Gabriella Nóbrega; Delegados da Polícia Civil João Alves e Iasley Almeida; Agente de Polícia Civil Suana Melo; Procurador-Geral de Justiça Bertrand Asfora; Promotor de Justiça Márcio Gondim; Desembargador Carlos Beltrão; Juiz de Direito Ricardo Vital; Defensor Público Geral Vanildo Brito; Advogados Criminalistas Félix Araújo Filho e Ítalo Oliveira (presidente da Comissão da Justiça Criminal da OAB-PB).
Após a solenidade na ALPB, as autoridades e convidados participaram de uma Confraternização Solidária dos advogados criminalistas na sede do Clube dos Médicos da Paraíba, cuja participação se deu mediante a doação de 1 Kg de alimento não perecível por pessoa. A Abracrim/PB custeou o consumo de bebidas. Os pratos e petiscos fornecidos pelo restaurante do Clube, foi de responsabilidade de cada participante.