Homem é preso por fingir ser médico e vender água mineral falsa

Homem é preso por fingir ser médico e vender água mineral falsa
Márcio Daniel Riedo, de 41 anos de idade foi preso na manhã desta quinta-feira (15) suspeito de se passar por médico e vender falsa água mineral com efeitos terapêuticos. Ele foi flagrado praticando o delito em uma casa de luxo na cidade do Conde, litoral sul do Estado. 
 
 
A prisão foi resultado de um trabalho realizado por equipes da Polícia Civil, Procon, Ministério Público do Estado, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Fisco Estadual e Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa). 
 
O preso foi encaminhado para a Delegacia do Consumidor. De acordo com o delegado Wagner Dorta, o suspeito estava comercializando água comum, retirada da torneira, como se ela fosse terapêutica. 
 
"Ele se apresentava como médico naturopata e informava às vítimas que aquela água era mineral e com poderes para curar qualquer tipo de doença, até câncer e aids", declarou o delegado. 
 
Na delegacia, os policiais descobriram que Márcio Daniel já possui antecedentes criminais. Ele responde processo no Estado de São Paulo, onde chegou a ser preso. 
 
Os técnicos sanitários apreenderam os vasilhames e conteúdos usados na venda fraudulenta da água. Os produtos serão analisados e o laudo será enviado à Polícia Civil para subsidiar as investigações. 
 
"Após constatar o fato, Marcio foi preso e autuado por crime contra a saúde pública. Esse delito não cabe fiança. Ele ficará recolhido na carceragem até ser apresentado à audiência de custódia ", afirmou Dorta.
 
 
Assessoria de Comunicação.
Polícia Civil da Paraíba.
 
15 de maio de 2019
 
 
Acesse nossas redes:
 
facebook.com/pcpboficial/
instagram.com/pcparaiba
twitter.com/pcpboficial