Polícia Civil prende dono de oficina por negociações fraudulentas e emissão de cheques sem fundos em João Pessoa

 
Investigações desenvolvidas pela Polícia Civil da Paraíba para o enfrentamento à prática de fraudes em João Pessoa resultaram na prisão do microempresário Rogério Garcia dos Santos Pereira, 36 anos, na tarde desta quinta-feira (26). De acordo com a Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) da Capital, ele é suspeito de emitir cheques bancários sem provisão de fundos e ainda de efetuar negociações fraudulentas, que causaram prejuízo superior a R$ 40 mil às vítimas.
 
A prisão aconteceu em uma oficina, de propriedade do suspeito, localizada no bairro da Torre. A Polícia chegou até o local após receber denúncias feitas por quatro pessoas, que receberam cheques em nome de Rogério, cheques em nome de terceiros e em nome da esposa dele, conforme documentação apresentada.
 
 
A Polícia Civil orienta que quaisquer denúncias sobre o suspeito podem ser encaminhadas ao Disque Denúncia (197), que tem sigilo garantido, ou podem relatadas na própria delegacia especializada, que fica na Central de Polícia, no bairro do Geisel em João Pessoa.