Polícia cumpre mandados de prisão e prende três pessoas suspeitas de crimes contra o patrimônio em Campina Grande

Polícia cumpre mandados de prisão e prende três pessoas suspeitas de crimes contra o patrimônio em Campina Grande

O reforço de ações da Polícia Civil da Paraíba para enfrentamento á violência no período junino teve como resultado a prisão de três pessoas nesta terça-feira (21), em Campina Grande. O trabalho, denominada ‘Operação for all’, foi realizado por policiais da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) da cidade, para cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão em aberto.

Foram presos Genival João da Silva Neto, conhecido como Netinho, de 21 anos, Lucicleide Luna da Silva, de 21 anos, e Francinaldo Santos Macedo, 37 anos. De acordo com o delegado titular da unidade policial especializada, Cristiano Santana, havia dois mandados de prisão contra Francinaldo. “Um por envolvimento em ocorrência relacionado a ataques contra caixas eletrônicos e ainda um por falsificação de documentos. Com ele foram apreendidos vários documentos de identidade falsos, espelhos para confecção de RG e certificados de registro de licenciamento veicular (CRLV), no bairro do Jeremias”, explicou a autoridade policial.

Ainda segundo Santana, Genival foi preso no bairro de Bodocongó, por conta de uma investigação que o aponta como integrante de uma quadrilha especializada em arrombamentos e assaltos em residências de Campina Grande. Já Lucicleide é suspeita de envolvimento em um roubo a uma franquia de cosméticos, ocorrido no dia 17 de maio deste ano.

Todos os presos foram encaminhados à Central de Polícia Civil, no bairro do Catolé, de onde seguiram para audiência de custódia.