Polícia cumpre três mandados de prisão no município de Queimadas

Polícia cumpre três mandados de prisão no município de Queimadas

Policiais da 11ª Delegacias Seccional de Queimadas na região metropolitana de Campina Grande no Agreste Paraibano cumpriram na manhã dessa sexta feira (12) três mandados de prisão expedidos pela 1ª e 2ª Varas da Justiça do município contra três pessoas suspeitas das praticas dos crimes de homicídio, roubo majorado ( praticado com uso de armas ) e violência doméstica.

Assim que a polícia recebeu os mandados despachados pela Justiça esta semana iniciou as investigações para encontrar os suspeitos. Foi realizada uma diligência no município para descobrir se os endereços que constavam nos documentos ainda eram as residências dos investigados. A maior dificuldade foi quanto ao paradeiro do agricultor Josemar de Oliveira Barbosa, 32 anos, porque o local que constava como o endereço dele era uma rua no município de São Gonçalo no Estado do Rio de Janeiro.

Josemar é considerado foragido da Justiça desde 2015, suspeito de ter praticado um homicídio no dia 16 de novembro de 2013. Ele foi localizado e preso pelos agentes de investigação da Polícia Civil na cidade de Queimadas. O outro mandado foi cumprido contra o comerciante José Antônio de Sousa, 56 anos, condenado pela Justiça a cumprir três anos de prisão em regime semi aberto pelo crime de violência doméstica praticado contra a ex-companheira em agosto de 2013.

A outra determinação judicial foi cumprida na Cadeia Pública de Queimadas contra Carlos Arthur Balbino da Silva, conhecido como ‘ninho’ de 31 anos. “Ele é investigado em vários crimes e já aguarda preso pelos julgamentos de homicídio e roubo, agora conseguimos identificar a participação de Carlos Arthur em outro roubo e por este motivo pedimos a prisão preventiva dele que foi concedida nessa terça feira (09) pelo Juiz da 2ª Vara de Queimadas” disse o delegado Danillo Orengo.

Todos os suspeitos foram ouvidos e estão recolhidos na Cadeia Pública da cidade aguardando a audiência de custódia.