Polícia desarticula desmanche de veículos roubados na Paraíba


A Polícia Civil da Paraíba, por meio da 11ª Delegacia Seccional de Queimadas, num trabalho investigativo dos policiais da cidade de Alcantil e de Barra de Santana, na manhã desta quarta-feira (29), desarticularam um desmanche de carros roubados no sítio Logradouro, zona rural do município de Alcantil. 
De acordo com o delegado seccional de Queimadas, Danilo Orengo, durante a ação que se deu a partir de investigações de possíveis assaltos realizados na BR -104, ligando o município de Campina Grande e Caruaru/PE, foram recuperados quatro veículos e um acampamento que servia de ponto base onde a organização, consequentemente, negociava os desmontes dos carros e as vendas das peças que eram realizadas em outras cidades e Estados vizinhos. Com a chegada da equipe policial, os suspeitos conseguiram se evadir do local, no entanto, as autoridades estão trabalhando para localizarem e prender os autores do crime, não descartando a participação de envolvidos do Estado de Pernambuco.
A Polícia está trabalhando para identificar todos os veículos recuperados e acionar os seus proprietários para devolvê-los. Uma das vítimas de assalto, que recentemente teve seu carro roubado na cidade de Campina Grande, foi até o local e reconheceu seu veículo, inclusive, colaborou com a Polícia, informando que estava sendo procurado através de telefonemas por uma pessoa que tentava negociar, solicitando valores, para devolução do seu carro.  A vítima foi encaminhada para a delegacia de Alcantil para os devidos procedimentos e receber seu veículo de volta.  
A Delegacia Seccional, por meio o delegado Danilo Orengo, solicita que a população da região colabore com as investigações ligando para o telefone 197 - Disque Denúncia da Secretaria de Segurança e da Defesa Social, pois o sigilo é absoluto e a ligação é gratuita, e ainda todos estarão colaborando com a diminuição de crimes na região. “Com essa ação, é notório, cada vez mais, o empenho da Polícia paraibana ao combate dos crimes patrimoniais na região de Queimadas”, ressaltou o delegado Danilo Orengo.