Polícia desarticula esquema criminoso de desvio, furto e comercialização de carga de frigorífico

Polícia desarticula esquema criminoso de desvio, furto e comercialização de carga de frigorífico
A Polícia Civil da Paraíba, por meio de um trabalho executado pela equipe da Delegacia Especializada em Crimes contra o Patrimônio (DRF) de Campina Grande, desarticulou um esquema de desvio e furto de carne, além da respectiva receptação para comercialização na cidade de Campina Grande.
 
De acordo com as informações da delegada Ellen Maria, a carga de carnes pertence uma empresa do Estado de Tocantins (TO) e que iria para a cidade de Natal (RN). “O caminhão estava sendo conduzido por Kelinton Oscarito Canuto. A carga era avaliada em R$ 142 mil. Nas investigações descobrimos que o motorista teria recebido dinheiro para desviar a carga em Campina Grande, em um local próximo a Lagoa Seca.A encomenda e o furto da carga de carnes teria sido planejada e executada por Gabriel Jesuíno de Almeida e ainda outra pessoa. Estes dois são residentes em Campina Grande e ainda não foram presos”, disse a autoridade policial.
 
Ao ser acionada, a Delegacia de Roubos e Furtos realizou várias ações no intuito de prender os responsáveis pelo descarregamento, distribuição e venda da carga de carnes, tratando-se de dois comerciantes que atuam na Feira Central de Campina Grande. Parte da carga foi recuperada. Foram presos por receptação qualificada: João de Sousa, conhecido pelo codinome de ‘Joãozinho’, de 48 anos de idade e Ednaldo Mendonça da Silva, de 45 anos. A dupla foi encaminhada para audiência de custódia. O veículo utilizado no transporte da carga de carnes para a Feira Central encontra-se apreendido. O motorista do caminhão que registrou a falsa ocorrência sobre o roubo da carga na cidade de Custódia (PE)  foi preso por policiais civis do Estado de Pernambuco.