Polícia elucida roubo a churrascaria e gerente é preso

Polícia elucida roubo a churrascaria e gerente é preso

A Polícia Civil da Paraíba, por meio de investigações realizadas pela Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) de João Pessoa, elucidou o crime de roubo contra uma churrascaria localizada no bairro do Bessa com a prisão do gerente geral do estabelecimento, Mário Fernando Greef. A ação aconteceu na terça-feira (1), em cumprimento a mandado de prisão temporária expedida pela 1ª Vara Criminal da cidade.

Durante coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira (3) na Central de Polícia, o delegado adjunto da unidade policial, João Paulo Amazonas, informou que o primeiro envolvido a ser preso foi Nielson Douglas Araújo, que se comunicava com frequência com o gerente da churrascaria. “Ele não sabia de quem se tratava, mas, após uma minuciosa investigação, foi constatado se tratar do gerente do estabelecimento. Ele não confirma a articulação do crime, todavia as provas confirmam a sua autoria”, explicou o delegado.

    

Ainda segundo ele, uma sequência de coincidências foi constatada, o que resultou na prisão do suspeito. “Mário realizou várias mudanças administrativas, inclusive a data da folha de pagamento que foi alterada para despistar os seguranças da churrascaria no intuito de facilitar a ação criminosa na data acordada com os comparsas que fizeram o assalto no dia 2 de novembro deste ano. Não existe nenhuma dúvida de que o gerente é o mentor do roubo, no qual foram levados R$ 40 mil. Ele inclusive está sendo investigado pela Delegacia de Defraudações e Falsificações por desvio de mais de meio milhão de reais”, ressaltou Amazonas.

Nielson Douglas Araújo Sousa, reconhecido pelas vítimas do delito e réu confesso, está preso do presídio do Róger e Mário se encontra na Central de Polícia, de onde deverá ser encaminhado também para o mesmo presídio.