Polícia prende dono de oficina por fraudes em negociação de veículos

Polícia prende dono de oficina por fraudes em negociação de veículos

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) de João Pessoa, prendeu, na manhã desta quinta-feira (2), o empresário Edivaldo Monteiro, de 46 anos. Ele foi preso em seu estabelecimento, situado no bairro de Mandacaru, e está envolvido em fraudes relacionadas à negociação de veículos.

De acordo com o delegado Lucas Sá, o suspeito adquiria veículos sinistrados de leilões judiciais e os repassava como sendo veículos regulares, omitindo dolosamente estas circunstâncias. “Ao ser procurado pelas vítimas para que a situação fosse resolvida, o suspeito passava a intimidá-las, informando ser homicida, perigoso, afirmando ainda não temer nenhum tipo de represália, chegando a ameaçar de morte algumas pessoas, motivo pelo qual as fraudes não eram noticiadas. Há uma semana, a DDF atendeu uma das vítimas do suspeito, que denunciou as condutas praticadas. A partir da denúncia, nós passamos investigar o suspeito, confirmando a conduta criminosa, consistente na negociação de veículos sinistrados e veículos com restrições judiciais”, disse a autoridade policial.

Durante as investigações, a Polícia ainda descobriu que o suspeito já respondeu ao processo criminal por homicídio. O delegado Lucas Sá afirmou que vai continuar com as investigações, objetivando descobrir se mais veículos foram negociados de maneira fraudulenta e se mais pessoas estão envolvidas nas fraudes noticiadas.   

O suspeito foi preso em flagrante pelos crimes de apropriação indébita, estelionato qualificado contra idoso e ameaça, podendo ser condenado a mais de 14 anos de prisão pelas condutas praticadas. Ele vai ficar na carceragem da Central de Polícia, aguardando seu encaminhamento à audiência de custódia. O delegado ainda alerta que qualquer denúncia sobre o suspeito ou sobre as fraudes investigadas poderão ser encaminhadas à DDFpor meio do número 197 - Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds).