Polícia Civil prende dupla suspeita de crimes contra o patrimônio no Amazonas

A Polícia Civil da Paraíba, juntamente com equipes da Polícia Civil do Estado do Amazonas e do Rio Grande do Norte, realizou neste sábado (19) a prisão de dois homens suspeitos da prática de crimes patrimoniais naquele estado. A ação policial aconteceu com a participação do Grupo de Operações Especiais (GOE) paraibano, no bairro de Tibiri, em Santa Rita, onde a dupla foi localizada e os mandados de prisão que estavam em aberto foram cumpridos.

De acordo com o delegado titular do GOE, Allan Terruel, os policiais civis de Manaus (AM) pediram apoio ao grupo especializado da Polícia Civil paraibana e do Rio Grande do Norte, a fim de cumprir as medidas judiciais expedidas pela Comarca da cidade. “Antônio Cândido dos Santos, 44 anos, e Valter Guimarães Souza, 36 anos, foram presos em Santa Rita, nessa ação integrada. Eles são apontados como autores de crimes contra o patrimônio, entre eles um roubo a casa de um desembargador federal no dia 6 de agosto, no Norte do país. Durante esse crime eles amarraram as vítimas para levar objetos de valor, o que denota a violência da dupla, que nesse caso atuou com outra pessoa”, afirmou. Os presos foram levados para a sede do GOE, onde aguardam transferência para Manaus.

 

Ainda segundo Terruel, os dois também estão sendo investigados por crimes cometidos na Paraíba. “Por isso é importante que qualquer pessoa que tenha sido vítima de um deles comunique o fato à Polícia, comparecendo a nossa unidade policial ou mesmo pelo número 197 – Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e da Defesa Social, cuja ligação é gratuita e que garante sigilo ao denunciante”, frisou o delegado.