Polícia prende dupla suspeita de homicídio em Campina Grande

Polícia prende dupla suspeita de homicídio em Campina Grande

 

A Polícia Civil da Paraíba, por meio de ação da Delegacia de Homicídios de Campina Grande, deflagrou, na manhã desta quarta-feira (10), a Operação  Catcher, na qual foram presos Thiago Veríssimo Brandão, 33 anos, e Orlean Everton Dias Chaves, 25 anos, em  cumprimento de mandados de prisão temporária expedido pelo Tribunal do Júri da Comarca de Campina Grande, suspeitos de terem praticado homicídio.  As prisões foram realizadas no bairro do Cruzeiro, em Campina Grande.

Conforme informações da delegada Ellen Lima, as prisões são referentes às investigações do homicídio que teve por vítima Ithalo Thiago de Brito Fernandes, 25 anos, que teve seu corpo encontrado no dia 11 de maio de 2016, no sítio Serrotão, próximo a Campina Grande. O motivo que levou os suspeitos praticarem o crime teria sido uma rixa entre Orlean e Ítalo. Pois consta nos laudos de que a vítima teria praticado certas liberdades, como assédios sexuais, com jovens do círculo de amizade de Orlean, que, num certo dia, decidiu tomar satisfação com seu desafeto, o que resultou numa briga, e, com a ajuda de Thiago cometeu o homicídio.

O laudo da perícia apontou que o crime foi qualificado por ter sido praticado com requintes de crueldade, estando a vítima com as mãos amarradas, com crânio possivelmente atingido por vários golpes de um taco de beisebol, cujo resquício foi encontrado junto ao corpo da vítima que chegou ainda a ser parcialmente incendiado naquele local. A operação recebeu esse nome justamente porque a vítima foi morta com taco de beisebol.

Os presos foram levados para a Central de Polícia, onde prestaram esclarecimentos, em seguida participaram de audiência de custódia, e já foram transferidos para a Penitenciária Padrão do Serrotão, conforme decisão judicial.