Polícia prende homem suspeito de assassinar mulher e tentar matar enteada em Queimadas

Polícia prende homem suspeito de assassinar mulher e tentar matar enteada em Queimadas

Já está na Cadeia Pública de Queimadas o agricultor Josimar Pereira da Silva, 36, conhecido como “Cego”, preso pela Polícia Civil da Paraíba na noite dessa segunda-feira (23). Ele é suspeito de assassinar sua companheira, Sandra Serafim de Oliveira, e tentar matar sua enteada, uma adolescente de 16 anos, no dia 3 de novembro, sendo localizado no sítio Capivara, zona rural do município, após diligências realizadas por investigadores do Núcleo de Homicídios da 11ª Delegacia Seccional de Queimadas.

De acordo com o titular da unidade policial, delegado Ramirez São Pedro, desde o dia dos crimes Josimar estava foragido e se escondia em área de mata. “Ele sobreviveu comendo arroz cru, fubá e açúcar e dormia embaixo das árvores com sacos plásticos nos pés para evitar picadas de cobras. A permanência de Josimar nesse ambiente de mata exigiu esforços concentrados da Polícia Civil, que permaneceu em diligências e contou com o apoio da população, por meio de informações repassadas ao 197 – Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e da Defesa Social”, explicou a autoridade policial que coordenou a operação.

A fim de cumprir um mandado de prisão preventiva, os policiais percorreram, apenas na noite da prisão, uma distância de 5 km e traçaram uma rota do percurso feito pelo preso para fugir e se esconder.

Depois de encaminhado à delegacia e ouvido, Josimar confessou os crimes e disse não estar arrependido de matar a mulher. “Ele afirmou que ela merecia morrer, porque o teria traído, o que revela sua frieza. Teria acontecido uma discussão entre os dois e ele a matou a facadas na frente dos filhos da vítima e ainda atingiu a adolescente de 16 anos. Suspeito e vítima viviam juntos há dois anos e havia um histórico de violência entre os dois, que tinham um filho. Ao todo, nove crianças ficaram desamparadas com o assassinato de Sandra”, acrescentou Ramirez.

Josimar vai responder pelos crimes de feminicídio e tentativa de homicídio. Ele ainda está sendo investigado por ministrar bebida alcoólica às crianças, furto e ameaça. “As crianças estão sendo acompanhadas pela Secretaria de Ação Social de Queimadas e permanecem em lares provisórios. Elas serão encaminhadas para adoção”, conclui Ramirez São Pedro.