Polícia Civil prende homem suspeito de integrar quadrilha especializada em explosões de caixas eletrônicos

Polícia Civil prende homem suspeito de integrar quadrilha especializada em explosões de caixas eletrônicos

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) de Campina Grande, cumpriu nessa quinta-feira (1º), mandado de prisão contra Diallison Tadeu Vieira Ribeiro de Oliveira, de 25 anos. Ele é suspeito de integrar uma quadrilha que age em explosões de instituições bancárias no interior do Estado.

De acordo com o titular da especializada, Danilo Orengo, o suspeito estava sendo investigado há algum tempo, depois de ser comprovada a participação dele nas explosões de caixas eletrônicos na cidade de Prata, no Cariri paraibano e também em roubos a estabelecimentos comerciais de Campina Grande. 

Diallison Tadeu foi preso no bairro da Liberdade, em Campina Grande, foi ouvido em depoimento e, em seguida, encaminhado para uma unidade prisional, onde ficará à disposição da Justiça. Ainda segundo o delegado Danilo Orengo, nos últimos 15 dias já foram presas 17 pessoas ligadas diretamente a explosões de caixas eletrônicos em municípios da Paraíba.

Mais Prisões – A Polícia Civil, por meio da 4ª Delegacia Distrital (4ª DD), em Campina Grande, cumpriu mandado de prisão preventiva em desfavor de José Mateus de Abrantes. Segundo o delegado Héctor Azevedo, o preso é suspeito de ser o autor da tentativa de homicídio contra Edson de Lima Ferreira. O caso aconteceu no dia 14 de março deste ano, por trás do Hospital de Trauma de Campina Grande.