Polícia prende homens suspeitos de praticar vários homicídios em Santa Rita

Polícia prende homens suspeitos de praticar vários homicídios em Santa Rita

A Polícia Civil da Paraíba, por meio do Núcleo de Homicídios de Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa, prendeu, na manhã desta segunda-feira (11), Alex Meireles da Silva, 26 anos, e Joellington Alexandre da Silva, 23 anos. Os dois são suspeitos de assassinar, no dia 15 de fevereiro desse ano, Jubezita Felix de Brito e tentar matar um homem que, mesmo ferido, conseguiu escapar dos suspeitos. O crime foi registrado em uma rua do bairro Alto das Populares, em Santa Rita, e foi motivado pela disputa do tráfico de drogas na área.

As investigações realizadas no local de crime e os depoimentos das testemunhas mostraram a participação de Alex e Joellington nos crimes. A partir daí os policiais começaram as buscas para descobrir o paradeiro dos dois. Depois que a residência dos suspeitos foi encontrada, o delegado do Núcleo de Homicídios de Santa Rita solicitou à Justiça a prisão preventiva dos dois, que foi cumprida quando eles estavam caminhando em uma rua do Alto das Populares.

As prisões foram realizadas durante a operação ‘Alto das Populares I’, deflagrada para coibir a prática de homicídios no bairro, “O local tem uma grande incidência de crimes e a maioria motivada pelo tráfico de drogas. A disputa pela área é muito grande e estamos fazendo um trabalho investigativo para identificar os criminosos que atuam na localidade. Os dois homens presos hoje são apontados como autores de vários homicídios tentados e consumados na região”, disse o delegado Joames Oliveira.

Durante a operação também foram cumpridos mandados de busca e apreensão. “As nossas ações de combate aos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) em Santa Rita continuam e outras prisões serão realizadas nos próximos dias. O trabalho de investigação dos nossos policiais aliado às informações da população repassadas através do 197, Disque Denúncia da Polícia Civil, é muito importante para identificar e prender os responsáveis pelos crimes registrados em Santa Rita. A parceria firmada com o Poder Judiciário e o Ministério Público também tem ajudado muito na redução da criminalidade na região”, concluiu o delegado da 5ª Delegacia Seccional, Everaldo Medeiros.