Polícia prende mais de cem pessoas por roubos e furtos de veículos em João Pessoa em 2015

Polícia prende mais de cem pessoas por roubos e furtos de veículos em João Pessoa em 2015

A Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) de João Pessoa fechou o ano de 2015 contabilizando a realização de diversas operações ao longo do ano e a conclusão de inquéritos que foram remetidos ao Poder Judiciário com a prisão de mais de cem pessoas envolvidas em roubos e furtos de veículos. 

Segundo o delegado Nélio Carneiro, titular da Pasta, o trabalho articulado com o delegado adjunto, Luiz Eduardo Montenegro, e a equipe de agentes e escrivães é responsável pelo resultado favorável. “Estamos em uma sintonia que nos permite otimizar os trabalhos e alcançar os objetivos. No decorrer do ano, diversas prisões foram efetuadas, tendo sido desarticuladas integralmente inúmeras quadrilhas de roubos a veículos e cargas, além de procedimentos concluídos e remetidos ao Poder Judiciário com mais de cem envolvidos em roubos e furtos de veículos e cargas presos”, destacou.

O delegado adjunto, Luiz Eduardo Montenegro, destacou as operações que culminaram com a desarticulação de quadrilhas e a recuperação de veículos e cargas roubados durante o ano. “Foram operações eficazes na repressão ao roubo de veículos e cargas e só foram realizadas com sucesso devido ao esforço empreendido por todos”, disse.

  

Dentre as ações da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas em 2015, podem ser destacadas operações como a “Dublê de Luxo”, que culminou com a prisão de Mailson Rodrigues de Almeida e Samuel Bianco da Silva Alcântara, os quais roubavam veículos em Pernambuco e Paraíba, levando os mesmos para Campina Grande onde eram adulterados e vendidos como legalizados.

Outra operação destacada pelo delegado Luiz Montenegro foi a “171”, na qual foram autuados Francisco Pereira dos Santos, Anderson da Silva Paulino e Sérgio Ricardo Antunes, os quais se utilizavam de documentos falsos confeccionados por eles mesmos, para realizarem financiamentos causando prejuízo às financeiras e a terceiros que tinham seus nomes utilizados pela quadrilha.

  

Já a Operação “Tomando de Assalto” culminou com a prisão de Josinaldo Pio, Inácio Pereira e Flávio Barbosa de Albuquerque Júnior, os quais agiam em todas as regiões da capital no quesito roubo a veículos.

Na Operação “GPS” foram presos Domingos Roberto de Lima Neto e Luciano Alves Leite e apreendida uma menor que roubaram mais de 30 veículos este ano na Paraíba, levando grande parte deles para Pernambuco, onde residiam as suspeitas. Em seguida, foi recuperada a maior parte dos veículos e restituída aos seus proprietários.

  

A Operação “Reincidência” culminou com a prisão do conhecido Mago Kel, o qual roubava veículos na zona sul da capital e os repassava para uma facção criminosa realizar outros ilícitos. 

Já a Operação “Anti Monopólio” realizou a prisão de dois empresários do ramo de combustíveis no litoral norte da Paraíba conhecidos por Marcos e Toinho do Posto, os quais respondem a processo por roubo de carga de combustíveis. Outra operação realizada com sucesso foi a “Sufoco”, que efetuou a prisão de um empresário do ramo de cilindros de oxigênio, o qual roubou diversas cargas de empresas concorrentes e revendia os cilindros a preço abaixo do de mercado.

Ainda segundo o delegado Luiz Montenegro, a Operação “Siga Bem Caminhoneiro” efetuou a prisão de 10 envolvidos em roubos de cargas, os quais abriam empresas com documentos falsos para negociarem as cargas roubadas nas rodovias do nosso estado, vendendo-as com aparência de legalidade.

A Operação “Whisky a Go Go” efetuou a prisão de um estelionatário bastante procurado e um comparsa: Cláudio da Silva Amorim e José Alves da Silva, ambos do estado de Pernambuco, os quais roubaram carga de whisky e iriam vender a mercadoria a comerciantes da Paraíba.

A Operação “Paredão” efetuou a prisão de Wlamir Thauan Araújo Ramos, que roubou reboque com paredão de som, além de outros itens de uma equipadora de som e iria repassar para comerciantes paraibanos.

Já a Operação “Fim de Festa” efetuou a prisão de quatro pessoas: Regivando Paz da Silva, Williams Mendes de Lima e Davidson da Silva Barbalho e Regivando, que furtavam veículos em festas nas cidades da região metropolitana de João Pessoa, realizando o desmanche e vendendo peças no mercado negro, além de adulteração de alguns dos veículos roubados com respectiva adulteração de placas.

Outra operação foi a “Abuso de Confiança”, que efetuou a prisão de Alexandre Batista de Araújo, o qual furtou veículo se valendo de confiança com a vítima e proprietária, tendo o veículo sido recuperado a caminho de Natal/RN.

Por fim, destaca-se a Operação “Combate”, que efetuou a prisão de João Francisco Neto e Abrahan Linconl, além da apreensão de um adolescente, os quais roubavam veículos em João Pessoa e os encaminhavam para Campina Grande, onde eram repassados para outros locais por preço abaixo de mercado.

“Com esses dados, conseguimos afirmar o compromisso da DRFVC no combate ao roubo e furto de veículos e cargas e comprovar que aumentamos o índice de veículos recuperados, além de reduzir significativamente o roubo de cargas nas rodovias que cruzam nosso Estado. Lembramos à população que qualquer informação sobre veículo furtado, roubado, adulterado ou carga roubada, pode entrar em contato com a Polícia Civil, através do disque denúncia pelo número 197 e o sigilo do denunciante é garantido”, finalizou.