Polícia prende no Rio Grande do Norte suspeito de latrocínio que estava foragido há 23 anos

Polícia prende no Rio Grande do Norte suspeito de latrocínio que estava foragido há 23 anos

Investigações realizadas pela Polícia Civil da Paraíba, por meio da 19ª Delegacia Seccional, com sede na cidade de Sousa, resultaram no cumprimento de mandado de prisão em desfavor de Marculino de Oliveira Paiva, de 82 anos. Ele é suspeito de envolvimento em um latrocínio na cidade de Pombal e estava foragido há 23 anos.  A prisão foi realizada pelas Polícias Civil e Militar do Rio Grande do Norte, com base nas informações repassadas pelos investigadores paraibanos, sobre a localização do preso, que estava na zona rural de Pilões, naquele estado, próximo a Alexandria, município que faz divisa com Santa Cruz, na Paraíba.

De acordo com a titular da 19ª seccional, delegada Patrícia Forny, a Polícia conseguiu chegar até o foragido após levantar informações na tentativa de resolver casos que já se encontravam na delegacia. “Esse é um mandado que estava em aberto há algum tempo, então conseguimos dados que apontavam para o paradeiro do suspeito. Em conjunto com a Polícia Civil e Polícia Militar do Rio Grande do Norte, nós o localizamos no município de Alexandria. Ele ficou surpreso no momento do cumprimento do mandado, precisou de cuidados médicos, mas todo o procedimento foi realizado dentro da lei”, disse a autoridade policial.

O suspeito foi encaminhado para a Cadeia Pública de Pombal, onde aguardará as decisões da Justiça, já que ele apresenta a idade avançada.  Segundo a delegada Patrícia Forny, o cumprimento dos mandados de prisão faz parte de um plano da seccional em combater com rigor casos de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) na região de Sousa.

Moto recuperada – Na manhã desta terça-feira (24), policiais civis de Pombal recuperaram uma moto furtada no município de Lagoa. O trabalho foi executado pela equipe da 1ª Delegacia Distrital, que apreendeu o veículo no sítio Açudinho, na zona rural.

A moto foi furtada no dia 4 de abril deste ano e estava sob o poder de um adolescente de 14 anos, que foi conduzido à unidade policial para as medidas cabíveis.