Polícia prende seis pessoas suspeitas de roubo no bairro do Bessa

Polícia prende seis pessoas suspeitas de roubo no bairro do Bessa

A Polícia Civil, por meio de uma investigação realizada pela Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) da Capital, prendeu seis pessoas e apreendeu um adolescente, suspeitos de roubos a estabelecimentos comerciais na Zona Norte de João Pessoa. O grupo foi interceptado pela Polícia no bairro do Bessa, na noite desta quarta-feira (13).

De acordo com a delegada titular da especializada, Júlia Valeska, as investigações começaram há 15 dias, quando chegaram informações via o número 197 – Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e Defesa Social (Seds) relatando a presença de um grupo criminoso na Zona Norte de João Pessoa. “Recebemos algumas denúncias de assaltos praticados no bairro do Bessa, geralmente em roubos a estabelecimentos comerciais e a pessoas. Levantamos os dados por meio da equipe de investigadores e conseguimos fazer a abordagem ao chefe da quadrilha, o Raimundo Bonifácio dos Santos. Ele estava em um carro com outros integrantes do grupo e portavam armamento, provavelmente se preparavam para realizar mais roubos na região”, disse a delegada.

Após a abordagem, a Polícia chegou a uma casa no Jardim Gama, onde encontrou drogas, armas e ainda mais pessoas que faziam parte da associação criminosa. “Com eles recolhemos cocaína, crack e ainda uma espingarda calibre 12 e três revólveres calibre 38. Entendemos que o Raimundo Bonifácio era responsável pela quadrilha que é especializada em crimes patrimoniais, mas há ligações com o tráfico de drogas”, frisou Júlia Valeska.

Ao serem presos, alguns suspeitos confirmaram que se preparavam para novos assaltos e que eram chefiados por Raimundo Bonifácio.  Dos seis presos, um foi liberado mediante o pagamento da fiança. O adolescente foi encaminhado para a Delegacia da Infância e Juventude, e será levado para cumprir medidas sócio-educativas. Os adultos responderão pelos crimes de porte e posse ilegal de arma de fogo, associação criminosa e Raimundo Bonifácio responderá também por corrupção de menores de idade. Eles serão encaminhados para avaliações judiciais e em seguida deverão ser levados para unidades prisionais do Estado.