Polícia prende suspeito de assassinar homem no bairro da Catingueira em Campina Grande

Polícia prende suspeito de assassinar homem no bairro da Catingueira em Campina Grande
 
Policiais da Delegacia de Crimes contra a Pessoa (Homicídios) de Campina Grande no agreste paraibano cumpriram na manhã dessa quarta feira (25) um mandado de prisão preventiva expedido pelo 1º Tribunal do Júri contra Thalisson Wendel da Silva, 19 anos. A prisão foi realizada na casa do suspeito de homicídio localizada no bairro da Catingueira, zona Sul da cidade.
Thalisson foi indiciado no Inquérito Policial que apurou a morte de Claudenor Bento da Silva, conhecido como ‘Nôquinha’. O crime foi registrado no dia 07 de agosto de 2016 em Campina Grande. O corpo da vítima foi encontrado ás margens de um riacho no bairro das Cidades e apresentava várias perfurações de faca. O homicídio chocou a população pela crueldade. A vítima teve a cabeça quase decepada e as vísceras ficaram presas a uma estaca.   
O irmão de Claudeonor  informou a policia que ele era viciado em drogas e que estava sendo ameaçado de morte e que por este motivo o crime poderia ser um acerto de contas. Estas declarações junto com as descrições dos suspeitos de praticar o crime ajudaram na identificação de três pessoas. Os agentes de investigação chegaram primeiro a Anderson Rodolfo Soares dos Santos. Ele foi preso em setembro, um mês depois do registro do homicídio.
 
Com a prisão dele a polícia chegou aos outros envolvidos, um adolescente de 16 anos e Thalisson. Foram realizadas várias diligências, até que uma informação repassada para o 197 Disque Denúncia da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (Sesds) ajudou a localizar o investigado. Thalisson foi autuado por homicídio e encaminhado para a audiência de custódia que vai analisar se ele vai ficar recolhido no Presídio do Serrotão ou aguarda pelo julgamento em liberdade.