Polícia prende três pessoas e apreende 20 quilos de drogas na região de João Pessoa

Polícia prende três pessoas e apreende 20 quilos de drogas na região de João Pessoa

A Polícia Civil, por meio de um trabalho realizado pela Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) de João Pessoa, prendeu três pessoas durante o fim de semana.  Todas estão envolvidas em roubos, tráfico de drogas e associação criminosa. Em uma das prisões, os policiais apreenderam em flagrante 20 quilos de entorpecentes.

De acordo com o delegado Tércio Chaves, a primeira prisão ocorreu na última sexta-feira (17).  Foram presos Willian Gustavo Chagas e José David Henrique da Silva. “Os dois presos, juntamente com um menor de 16 anos, estavam num veículo de cor branca, com restrição de roubo, praticando assaltos a pessoas, fazendo vítimas nas imediações dos bairros Expedicionários e dos Estados. Num dos assaltos, o trio chegou a colidir em alguns veículos nas vias, no momento em que empreenderam fuga”, disse a autoridade policial.

Os dois suspeitos foram autuados em flagrante pelos delitos de roubo majorado, associação criminosa, receptação, dano e corrupção de menores. O menor de idade foi encaminhado à Delegacia do Menor Infrator da Capital, a fim de ser submetido aos procedimentos do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Já na tarde de sábado (18), a Delegacia de Roubos e Furtos da Capital desencadeou uma  operação, o que acarretou na prisão em flagrante de Jefferson Albuquerque dos Santos. Ele mantinha um depósito de drogas no bairro Jardim Veneza. “No momento da prisão, encontramos com ele aproximadamente 20 quilos de entorpecentes dos tipos: maconha, crack e cocaína. No local também foram encontrados vários sacos com pinos para acondicionamento de cocaína, cinco carregadores de pistola calibre .380, coletes balísticos com identificação de empresas de segurança privada, além de balança de precisão e outros apetrechos”, disse o delegado Tércio Chaves.

O preso foi autuado por tráfico de drogas e ainda por posse ilegal de arma ou munição de arma de fogo. As investigações vão continuar a fim de apurar a vinculação do suspeito e outros envolvidos com crimes patrimoniais na região metropolitana de João Pessoa.