Polícias realizam Operação Safety e prendem suspeitos de comercializarem armas e munições em Aroeiras

Polícias realizam Operação Safety e prendem suspeitos de comercializarem armas e munições em Aroeiras

As Polícias Civil e Militar da 11ª Área Integrada de Segurança Pública, por meio de um trabalho investigativo da 11ª Delegacia Seccional e da 3ª Companhia Independente da Polícia Militar da Paraíba, deflagraram, na manhã desta quinta-feira (22), a operação Safety, com o objetivo de dar cumprimento a cinco mandados de busca e apreensão em atendimento a investigação que apura o tráfico de drogas e comercialização de armas de fogo e munições na região de Aroeiras, no Agreste paraibano. Na ação conjunta, foram empregados mais de 40 policiais civis e militares, 12 viaturas e cachorros de canil farejadores.

De acordo com o delegado seccional de Queimadas, Iasley Almeida, a operação resultou na prisão em flagrante delito de José Genival de Sousa (Zezinho), e Severino Mendes da Silva (Raminho), pela prática dos crimes de posse ilegal de arma e de comercialização de arma de fogo, e ainda na apreensão de um revólver calibre 32, duas espingardas, carletas de munições calibre 38 e 32, 79 quilos de pólvora, 202 caixas de espoletas, 17 quilos de chumbo e 50 maços de cigarros importados e uma balança de precisão.

As prisões aconteceram na zona rural e urbana, sendo uma no Sítio Ladeira do Chico e a outra no centro de Aroeiras. Durante depoimentos, os presos contaram para a polícia que as armas e as munições eram para comercialização, como também os cigarros, que estavam sem nota fiscal. Os presos estão recolhidos na carceragem de Queimadas aguardando decisão judicial. 

Para a autoridade policial, com esse trabalho integrado se busca promover segurança (Safety) no município de Aroeiras. Ressaltando ainda ser essa operação a primeira de outras atividades repressivas que ocorrerão naquele município, tendo em vista os últimos acontecimentos de violência que vinham causando medo na população.