Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Delegacia da Mulher prende suspeito de estuprar e ter engravidado a própria filha em João Pessoa

Notícias

Delegacia da Mulher prende suspeito de estuprar e ter engravidado a própria filha em João Pessoa

A Polícia Civil da Paraíba, através da equipe de investigação da Delegacia da Mulher da Zona Sul (DEAM SUL) de João Pessoa prendeu no início da tarde desta quinta-feira (05) um homem de 36 anos de idade suspeito de manter relações sexuais forçadas com a própria filha desde que ela era menor até a fase adulta, gerando um filho fruto da violência praticada.

A delegada Amin Oliveira explicou que Alberto Vargônio Nóbrega da Silva foi preso no momento em que se apresentou à Delegacia para prestar esclarecimentos. “Ele foi intimado porque a própria filha, hoje com 18 anos de idade, procurou a delegacia para fazer a denúncia algum tempo atrás.  A delegada que investigou o caso encontrou elementos para pedir sua prisão preventiva e a Justiça expediu o pedido pela 4ª Vara Criminal de João Pessoa”.

A partir daí os agentes de investigação da Deam Sul passaram a tentar localizar o suspeito, logrando êxito na casa do pai de Alberto no bairro do Geisel, na Capital. A denúncia da filha de Alberto era de que ela começou a ser abusada sexualmente aos 10 anos, quando sua mãe morreu em um acidente. “No mesmo dia em que a esposa faleceu em um acidente ele chegou em casa e passou a acariciar a criança com desejo sexual. A menina foi abusada entre os 10 e os 15 anos de idade, nos anos de 2011 a 2016”, revelou a delegada.

A história ainda teria um desfecho surpreendente e chocante: a filha de Alberto ficou grávida do próprio pai aos 15 anos e ele a pediu para abortar a criança. Como ela se negou a fazer o aborto continuou a ser abusada sexualmente mesmo no período da gravidez. “Hoje a criança está com três anos de idade e nós já solicitamos que seja feito exame de DNA para comprovar a paternidade”, disse a delegada Amindonzele Oliveira.

Alberto Vargônio da Silva está preso na carceragem da Central de Polícia de João Pessoa e aguarda audiência de custódia para esta sexta-feira (06), quando deverá ser entregue e ficará à disposição do Poder Judiciário.

registrado em: ,
Acessar


Esqueceu sua senha?
Voltar para o topo
Secretaria de Estado da Comunicação Institucional