Você está aqui: Página Inicial > Notícias > PC localiza adolescente que atirou em aluno dentro de escola pública de JP

Notícias

PC localiza adolescente que atirou em aluno dentro de escola pública de JP

Em menos de 24 horas, a Polícia Civil da Paraíba conseguiu esclarecer a tentativa de homicídio ocorrida em uma escola pública de João Pessoa. No final da manhã desta terça-feira (19) equipes da Delegacia de Crimes Contra Pessoa de João Pessoa (DCCPes/JP) conseguiram apreender o adolescente que realizou o disparo de arma de fogo contra um estudante também adolescente. O crime ocorreu no início da manhã dessa segunda-feira (18), em um colégio, no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa. O homem que forneceu a arma para o menor também foi preso. Os investigadores ainda localizaram o revólver usado no delito.

De acordo com o delegado Carlos Othon, titular da DCCPes/JP, o adolescente apreendido possui 14 anos de idade e estuda na mesma escola onde ocorreu o crime. Ele confessou ter feito o disparo acidentalmente contra o colega, causando um ferimento no rosto da vítima. O adolescente ferido foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena e segue internado. O adolescente que fez o disparo fugiu do local, mas foi encontrado por policiais civis na manhã desta terça-feira (19).

“O adolescente confessou o disparo, mas disse que ele ocorreu por acidente. Ele informou que recebeu a arma de um homem, que entregou o armamento ao adolescente para que fosse guardado.  O adolescente levou essa arma para a escola e causou o acidente”, explicou o delegado.

Após diligências, os policiais conseguiram prender José Junior Gonçalves Duarte, 29 anos. Ele é apontado pela Polícia como sendo o dono da arma usada no delito. José Junior foi preso em flagrante delito por crime de posse ilegal de arma de fogo e poderá responder criminalmente também por ter repassado uma arma de fogo ao um menor de 18 anos de idade.

“As nossas equipes estão trabalhando desde o momento em que a tentativa de homicídio ocorreu. Foram diversas diligências feitas até identificar o adolescente e o homem envolvidos nesse fato. O caso está elucidado. Estamos concluindo as oitivas de testemunhas e procedimentos policiais, para encaminhar o caso à Justiça”, acrescentou o delegado.

registrado em: , ,
Acessar


Esqueceu sua senha?
Voltar para o topo
Secretaria de Estado da Comunicação Institucional