Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Policiais participam de seminário para atendimento mais humanizado nas Delegacias da Mulher no sertão do Estado

Notícias

Policiais participam de seminário para atendimento mais humanizado nas Delegacias da Mulher no sertão do Estado

A Polícia Civil da Paraíba está realizando uma série de ações voltadas para a difusão de conhecimentos e reciclagem de seus profissionais pelo interior do Estado. No mês passado, a Central de Polícia de Campina Grande foi o palco para um seminário onde policiais interagiram com profissionais de outras áreas no sentido de oferecer um atendimento mais humanizado às pessoas que procuram a Delegacia da Mulher.

Nesta terça-feira (08) o seminário “Violência doméstica e sexual: A Lei Maria da Penha e os desafios para o atendimento humanizado” foi realizado na cidade de Patos, sertão do Estado. O Projeto é da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana com palestras em parceria com a Coordenação das Delegacias de Atendimento à Mulher da Paraíba – Coordeam, da Polícia Civil.

A ação aconteceu no auditório do Sebrae de Patos e contou a presença de policiais civis e militares, corpo de bombeiros, integrantes do Ministério Público e professores palestrantes. Teve ainda a abertura solene com a participação da Banda da Polícia Militar.

A delegada geral adjunta, Cassandra Duarte, disse que ações como esta são de grande importância para os profissionais da segurança pública e também para o público que procura nossos serviços. “A delegacia deve ser um lugar de acolhimento. Uma pessoa não chega lá somente porque deseja estar numa delegacia, mas porque tem algum problema sério para resolver. Geralmente, são pessoas que já estão fragilizadas e o atendimento humanizado vai fazer toda a diferença nessa hora”, ressaltou.

A delegada Maísa Félix destacou a importância de interiorizar as ações da Polícia Civil, em especial, no combate à violência doméstica. “Importante é destacar a interiorização e também a reciclagem que estamos oferecendo aos profissionais que lidam diariamente no combate à violência contra a mulher. A parceria com a área da educação é muito importante, como estamos fazendo agora com a professora Fátima Silveira, da UEPB, que nos dá uma verdadeira aula sobre o atendimento humanizado”, disse.

Para Gilberta Soares, secretária da Mulher e Diversidade Humana, o fato de reunir diversos profissionais em torno de uma causa já dá um diferencial a esse projeto. “Estamos colocando diversos olhares, dos mais diversos profissionais que trabalham no enfrentamento à violência contra a mulher. Isso é muito importante e fortalece a todos nós”, destacou.

 A professora Fátima Silveira, que pesquisa o tema na Universidade Estadual da Paraíba, disse que, além da competência dos servidores da segurança pública, é sempre necessário ter um olhar voltado para o atendimento humanizado. “A mulher vítima de violência requer um atendimento especializado, com uma abordagem acolhedora e é isso que estamos propondo e discutindo nesse encontro”, ressaltou.

Como representante da Secretaria de Segurança e Delegacia Geral no evento, a assessora de ações estratégicas da Polícia Civil, Ellen Maria Ferreira, disse que esse projeto é apenas um dos eixos do Programa Paraíba Unida Pela Paz. “Estamos levando aos policiais de todo o Estado a reciclagem e um olhar mais apurado sobre diversos temas. No caso da violência contra a mulher temos o SOS Mulher, o Mulher Protegida e a Patrulha Maria da Penha, recentemente criada. Todos esses mecanismos juntos fazem com tenhamos um atendimento especializado em relação à mulher”, argumentou.

Já o representante do Ministério Público, Valberto Lira, disse que, infelizmente a violência contra a mulher vem crescendo em todo o Brasil, mas eventos como este sinaliza que estamos no caminho certo para um combate efetivo e de qualidade a esses abusos.

A secretário de políticas públicas para as mulheres de Patos, Samira Barbosa, destacou que o evento foi importante no sentido de fortalecer a rede de combate à violência doméstica em Patos e municípios vizinhos. “Estamos realizando um trabalho na região do sertão e este seminário nos traz o acalanto de que não estamos sozinhos, que podemos contar uns com os outros. Isso é muito importante nessa luta”, concluiu.

Participaram da mesa a secretária da Mulher e Diversidade Humana, Gilberta Soares; a coordenadora das Deam´s na Paraíba, Maísa Félix; a assessora de Ações Estratégicas da Polícia Civil, Ellen Maria Ferreira;  o coordenador do núcleo estadual de gênero do Ministério Público da Paraíba, Valberto Lira; a secretária municipal de políticas públicas para as mulheres de Patos, Samira Barbosa; a delegada da Deam de Patos, Silvia Alencar Carvalho Gomes; o delegado George Wellingtonm da 15ª Delegacia Seccional de Patos; o Coronel Francisco Rubens de Andrade Campos, comandante do comando regional da Polícia Militar, o Coronel Saulo Laurentino, comandante do 3º comando regional de bombeiros militar e as representantes do projeto "OAB Por Elas" da OAB, seccional Patos, Roberta Lívia de Sousa Gomes e Mayres de Moraes Limeira.

Acessar


Esqueceu sua senha?
Voltar para o topo
Secretaria de Estado da Comunicação Institucional